quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Samossas

Os pastéis da Patricia me deixaram com vontade! Mas uma boa opção para quem não tem pulso para abrir a massa sem cilindro são as samossas, os famosos pastéis indianos.
Há um tempo atrás eu era bem envolvida com comida vegetariana devido a um amigo meu, o Gil, que era "Hare Krishna". Foi a época em que mais comi soja, tenho até que relembrar algumas coisas que eu fazia bem legais. No entanto, as samossas sempre foram exclusividade dele, nunca havia pedido a receita, apesar de adorar quando ele fazia. Ele aprendeu na cozinha do templo que o creme de leite era o segredo para a massa ficar lisa e fácil de abrir. O problema é que como eles fazem para um monte de gente sai muito caro, então acabam fazendo sem, como se percebe na maioria das receitas por aí de samossa. Assim que comecei o Quiche, o Gil me passou a receitinha, ou seja, essa deveria ter sido uma das primeiras receitas publicadas no blog, mas acabei adiando, esperando o momento da vontade, que foi hoje.
Como eu disse, a massa deve ficar bem lisa, daí o ponto dela ser feito na água e não na farinha. Não enfarinhe o local onde vai abrir a massa senão ela sai do ponto: não se preocupe que ela abre e não gruda. O recheio é basicamente vegetais, mas sempre uso batata amassada para agregar os outros ingredientes. Nada impede que seja utilizado um recheio com algum tipo de carne, mas quando penso em samossa, sempre penso em legumes (Márcia, faça com batata e queijo, vai ficar bom!).

Ingredientes (para 4 unidades):
Massa:
2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de creme de leite (de preferência o de caixinha)
3 colheres (sopa) de ghee (manteiga clarificada) ou manteiga derretida
1 colher (chá) de açúcar
1/2 xícara de água (mais ou menos, para dar consistência)

Recheio:
1 batata grande cozida
3 raminhos de brócolis cozidos
1/2 cenoura ralada
1/2 pimentão vermelho picado
Azeitonas a gosto
Sal e pimenta a gosto
Páprica a gosto (ou curry)

Para fazer a massa, misture tudo, menos a água. Vá acrescentando a água aos poucos, até a massa virar uma bola e ficar lisinha. Ela deve ter uma consistência úmida, mas não grudenta. Divida a massa em 4 bolinhas e abra cada uma numa superfície lisa, sem farinha. Não precisa ficar muito fino, como o pastel. O recheio é so amassar a batata e o brócolis com um garfo e acrescentar os demais ingredientes, formando um purê. Coloque bastante recheio em cada círculo e feche como se fosse uma trança, torcendo a massa de fora para dentro:

Frite em óleo não muito quente. A massa deve ficar levemente quebradiça, como se fosse massa folhada. Delícia.

Fonte: Gilzinho, meu amigo desde sempre.

36 comentários:

Verena disse...

Que cara boa têm essas samossas!!! Hummmmmm! Me lembraram as empanadas que minha mãe faz... mas são assadas. Fritas devem ser perdição!
Muito lindo o blog!
Um abraço!

Karen disse...

Esta receita vai ficar bem guardadinha!

Patricia Scarpin disse...

Luna, que coisa deliciosa é essa, amiga? ;)

Adorei a receitinha, as dicas e também a foto ensinando a fazer a trancinha pois eu já estava quebrando cabeça imaginando como fazer. ;)

A textura da massa parece bárbara!

Eliana Scaramal disse...

Que delícia de receita, eu tenho uma claudia cozinha que tem essa receita mais eu nunca fiz pois as quantidades eram meio duvidosas, sempre fiquei tentada mas com medo de perder todos ingredientes, vou fazer a sua.

Silvia Arruda disse...

Luna, fiquei tentada em fazer este pastel... me deu água na boca!! Será que eu consigo fazê-lo, sem maiores dificuldades? (tenho medo com massas q abrem na mão hehe)
Bjo

lunalestrie disse...

Verena, obrigada, o seu também, já está linkado! Beijos! :)

Karen, essa é das suas, lembrei de você quando fui ontem ao mercado (ver post abaixo) e vi as cajuínas. Beijão!

Patricia, eu sou suspeita, mas amo samossas, a textura da massa pra mim é ótima, acho que você iria gostar. O recheio fica muito bom também. Ah, são 4 unidades a receita, mas elas são grandinhas - a receita é boa para um jantar de casal faminto (rs).

Eliana, tenho certeza que se você fizer vai ser lindo, você pode usar o curry se gostar, fica até mais "indiano", mas como eu não gosto muito, prefiro a páprica. Imagino que deve ser ótimo para criança que não gosta de legumes, mas acho que não é o caso do querubim, né? :)

Silvinha, tenho certeza que você consegue, é super fácil de abrir, não precisa de força e o bom é que esse recheio vegetariano é ótimo, e a páprica dá um "tchan"!

fezoca disse...

eu adoro samosas, mas nunca fiz a massa, uso massa pronta. ;-) comia muito as feitas pelas indianas, que eram fritas.. ai, ai! :-)

Márcia disse...

Ai, querida, estou tãããão honrada com a sua lembrança!!!
Não estivesse de malas prontas para o carnaval de São Salvador, farias as samosas esse fim de semana mesmo!!!
Só me diga uma coisa, elas são assadas ou fritas? Achei q eram fritas pelo tom dourado - lindíssimo - mas depois pensei que devem ser assdas... Como nunca comi, tô por fora...
Bijos, brigada e bom carnaval!

Renata disse...

Oi, Lunalestrie!
Essas samossas parecem ótimas, a massa tem uma cara tão boa. E você ainda disse que a massa não gruda, muito bom! Beijinhos.

Agdah disse...

O comentário de Márcia me deixou com saudades de casa... Enfim, menina, faz um tempão que não faço samosas. Gostei da sua receita. A que minha sogra faz é um pouco diferente. Qualquer dia desses vou postar.

Carla Ventura disse...

Oba! Mais uma de pastel! Lindos e apetitosos, por sinal!

lunalestrie disse...

Fezoca, tente um dia fazer a massa, é tão fácil!!! :)

Marcinha, quando escrevi legumes, pensei logo que você não ia gostar, mas fica bem gostosinho com queijo, batata e azeitona. Só não esquece de colocar um temperinho indiano pra dar um tom oriental (rs). Ah, são fritas, vou pôr em destaque. Bom carnaval pra ti também!

Pois é, Renata, essa massa é mesmo ótima, fiquei com vontade de fazer de novo (rs).

Agdá, quero muito ver a receita da sua sogra, se não me engano a família dela tem uma tradição indiana? Bj.

Carla, é assim: quando uma faz uma coisa, seja por coincidência ou por inspiração, essa coisa vai bater em outras cozinhas (rsrsrsrsrs).

Lid disse...

Fizeram Samossa e não me chamaram!!!!!!!! PASSADA!
Pôxa...

lunalestrie disse...

Lid, quem manda você não me visitar mais, hein? ;)

Cris disse...

Luna, quanto capricho, será que consigo fazer assim bonitinha estas tranças? Boa a dica do creme de leite, deve dar certo com outras massas tambéms... hum.... idéias...

lunalestrie disse...

Consegue sim, Cris, você faz coisas bem mais difíceis, essa trança é fichinha (rs).
Acho que essa idéia do creme deve funcionar sim em outras massas... :)

Karen disse...

Hahaha, você se lembrou da cajuína! Preciso voltar a Fortaleza! Outro lugar de que tenho saudades!

Flávia Saad disse...

Off-topic, nada a ver com as samossas, mas vamos lá.
Visito seu blog regularmente e curto muito.
Fiz semana passada uma receita que vc reproduziu do Rainhas de Brigadeiro de Colher com ovomaltine (até linkei no meu blog de tão animada que eu estava com ela).
Fiz para meu noivo, já que era aniversário dele, mas deixei esfriando em cima do fogão.
Resultado: minha mãe e dois primos COMERAM TUDO e o aniversariante nem provou o quitute.
hahahahahahahahaha

Só para dizer que adoro seu blog.
Beijos
Flávia

lunalestrie disse...

Flávia, que bom você deixar um comentário aqui, fico super feliz!! Essa sua história foi muito engraçada, esse brigadeiro é mesmo muito bom, não dá pra "guardar com fome, pois o gato vem e come"! rs. Espero que volte sempre, viu? Beijos!

lunalestrie disse...

Karen, foi tão engraçado, meu marido tirou umas fotos do mercado, acredita que uma delas ficou idêntica à que você postou? Eu até considerei postá-la aí lembrei que você já havia falado do mercado, fui procurar e tomei um susto com a tua foto, mesmo ângulo, mesmas lojas, tudo! Eu e o Ric rimos muito da coincidência! :)

Karen disse...

Que divertido!

Akemi disse...

Luna, que lindas samossas! Vou ver se consigo preparar neste final de semana! Beijos e bom carnaval para vocês!

Cinara disse...

Lu, nunca tinha ouvido falar em samossas!! Estou aprendendo muito contigo, amiga... Antes de ler a receita, pensei que fossem parecidas com empanadas. Mas a massa é diferente, e as samossas são fritas. A propósito como se pronuncia? Samóssas ou samôssas? Beijinhos...

Katita disse...

Lu, help me, please, docinho! Você pode de mandar os e-mails do Laécio para o knajara@uol.com.br e katia@rainhas.com?
Saí de casa no Carnaval e trouxe meu HD com todas as info, mas deu pau aqui e não tenho acesso pelo UOL aos e-mails que eu já tinha baixado. Fiquei devendo as fotos.
Thanx, babe!
Beijim,
K.

valentina disse...

Luna, que lindas as tuas samosas. Realmente bem apetitosas. O jeito como voce fecha lembre Cornish patties,tipicas da regiao da Cornuália.bjocas

Lílian Calixto disse...

Lua, sabia que um dia desse eu tava lembrando as samossas do Gil e me perguntava por que você não havia colocado a receita aqui. Muito bem!

Cadê aquela minha encomenda, hein?

Cheiro!

lunalestrie disse...

Obrigada, Akemi, pra você também! :)

Cinara, são samóssas, elas são fritas, mas depois vou testar essa massa assada. :D

Valentina, esse fecho é típico dos indianos também, é bem prático. :)

Lílian, demorei para fazer, hein? rs Olha, sua encomenda está em processo, porque o Júnior está na sua frente, mas se você trouxer um dvd-rw eu posso gravar pra ti, viu? :)

miki w. disse...

luna, eu amo samossas! tem um restaurante indiano aqui em sampa chamado tandoor (sim, o nome é uma referência ao forno q eles utilizam para assar seus pratos) que faz samosas de carne e vegans deliciosas!

quero fazer as suas samossas um dia desses, já foi pra lista!

beijinhos, miki

lunalestrie disse...

Miki, samossa é muito bom mesmo, quero ver as suas lá no cabeça-gorda! Beijos! :)

Rosa disse...

luna, que maravilha essa massa, eu que sou cheia de mêdo quando se trata de massas, fiz sem nenhuma dificuldade e o resultado foi ESPETACULAR! Bjs.

Itza disse...

Luna, amei! O aspecto é o mesmo das empanadas mas a receita da massa é diferente. Adorei a sugestão do recheio. Um beijo grande!

lunalestrie disse...

Rosa, que beleza você ter feito e ter dado certo, beijos!!

Itza, se fizer quero ver no teu blog, viu? Beijo! :)

Mundo do Sabor disse...

Luna,amei esta receita, mas um modo de fazer minhas meninas comerem legumes!!!Vou fazer com certeza, o modo de fazer as bordas trançadas são iguais ás saltenhas!

lunalestrie disse...

Oi, Rosiane! Menina, depois me conta se você gostou e se as suas meninas gostaram! é tão simples de fazer e fica muito bom! :)

Anônimo disse...

Acabei de fazer....ficaram perfeitas, a massa principalmente, é delícia!!

lunalestrie disse...

Olá, Anônimo, que bom que gostou, também adoro essa massa! :D