sábado, fevereiro 24, 2007

Pão de Abóbora

Receitas que levam abóbora sempre me chamam a atenção, e esse pão da Dadivosa me pareceu bem apetitoso. Na hora de preparar bate um desespero porque a massa é bem grudenta mesmo, quase uma cola, mas vale a pena, porque o pão fica bem gostosinho. Só colocaria mais sal, numa próxima vez, pois gosto de pão bem salgado. Leia aqui a receita em prosa dadivosiana, e descubra como a intrepidez e a cisma fazem parte dos ingredientes da receita!

Ingredientes:
3 tabletes de fermento fresco para pão (45 g)
3 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de sal
1/2 xícara de creme de leite fresco (usei iogurte natural)
3 ovos inteiros
1 e 1/2 xícara de abóbora já cozida e passada no liquidificador (eu amassei com um garfo)
6 xícaras de farinha de trigo (numa delas usei farinha integral)
leite para pincelar (usei uma gema)
sementes de papoula para salpicar

Numa vasilha grande, dissolva o fermento com o açúcar com a ajuda de uma colher até que fique líquido. Acrescente o sal, o creme de leite, os ovos e a abóbora. Mexa apenas para homogeneizar um pouco. Aos poucos vá acrescentando a farinha. Comecei usando um fouet, mas quando a massa fica pesada é melhor usar as mãos. A massa deve ficar bem grudenta. Cubra o recipiente com plástico e um pano de prato e deixe descansar por meia hora. Transfira a massa para duas formas de bolo inglês (27 x 11) previamente untadas com óleo. Cubra novamente e deixe crescer por uma hora ou até dobrar de volume: é bom usar filme plástico pra evitar que transborde. Pincele os pães com leite ou gema, salpique sementes de papoula a gosto e leve ao forno pré-aquecido em 180° por cerca de 40 minutos (tirei os meus um pouquinho antes).

Fonte: Dadivosa.

19 comentários:

Verena disse...

Luna,

realmente não duram muito mas são tão lindos que acho que vale a pena curtir enquanto estão around!
Adoro o nome do seu blog!
Um beijo!

Verena disse...

Esqueci de falar que amei a cara do pão!!!! Vou tentar fazer, apesar de não ser muito fã de abóbora...depois conto como ficou!
Beijinho!

Gringa disse...

Olá, entrei no seu blog via o blog do Sr. Prendado. Gostei muito das suas receitas. Sou finlandesa mas moro no Brasil e tenho um blog também - em finlandês. Estou procurando receitas brasileiras pois minha comida tende a ser muito finlandesa. Adicionei seu blog no meu, se for problema, passa lá para deixar comentário que eu removo ok? TUdo de bom!

lunalestrie disse...

Verena, acho que vale a pena sim, só tem que ter um pouquinho de paciência, não é? :)
Olha, o pão não deixa muito gosto de abóbora não, mas se você não gosta, tem esse outro de requeijão aí embaixo que também é muito bom! :)

Olá, Gringa! Que bom que gostou da minha cozinha, já dei uma olhadinha no seu blog e, apesar de não entender o que está escrito me parece muito legal sua proposta. Imagina se é problema, eu é que agradeço por você me linkar! Abração! :)

valentina disse...

Que delicia esta receita, nao?!/ E a cor é divina!!

Agdah disse...

Luna, eu também tenho adoração por abóbora. E aquelas bem vermelhinhas e docinhas do nordeste...

erica zoe disse...

Adorei o Blog, muito caprichado...
vou escolher uma receita e depois conto como foi, e aproveitando vou logo agradecendo a tarde maravilhosa que foi proporcionada.
Beijos para vc, Ricardo e San M.

Patricia Scarpin disse...

Luna, você anda mesmo produzindo maravilhas, hein, amiga? Os pães estão lindos!

Laranja com Canela disse...

Que bom aspecto. Deve ser uma delícia.

lunalestrie disse...

Valentina, confesso que o visual foi o que mais me atraiu a fazer a receita. :)

Agdá, é bom, né? Adoro aquelas em formato de cabaça. :)

Zoe, é pra me contar mesmo, viu? Apareça sempre. Mande um beijo pra Luciana.

Patricia, o problema é ter gente pra comer! Mandei boa parte pra casa da mamãe! rs

Obrigada, Laranjinha, é bem gostoso sim. :)

Dadivosa disse...

Quanta honra, Lu! Ficaram lindos os seus pães.
Os meus eu congelei em fatias, ia retirando do freezer e passava por uns minutinhos no forno.
Estou até com vontade de fazer de novo :D

Beijos e boa semana

Márcia disse...

Quando eu penso que acabou a febre dos jerimuns/abóboras, lá me você, d. Luna, mostrando outra delícia? Assim eu vou ter *mesmo* que me render às receitas jerimunzais... hehehehehe
Fica lindinho o pão, hein?
Beijos!

Eliana Scaramal disse...

Esse pão ficou lindo! Uma cor linda e pela foto percebo que esta bem fofinho.

Silvia Arruda disse...

Luna, este pão me deu água na boca. A cor dele é linda mesmo e por isso, ele fica irresistível!

lunalestrie disse...

Dadi, essa idéia de congelar é ótima, mas eu não consigo me organizar pra congelar as coisas. Congelados é um projeto para outro ano. rsrs

Marcinha, renda-se logo! hehehe

Eliana e Sílvia, não posso ver nada laranja que encho a boca de água (rs).

Carla Ventura disse...

Que pão lindo! Não gosto muito de abóbora, mas de coisas de abóbora sim :) Vai pro arquivo de receitas!

Wal disse...

Luna
Vi seu nome na reportagem e gostaria de saber se você tem algum parentesco, com Marcio que trabalhou na IBM.
Estarei indo para Fortaleza dia 08/03, quem sabe poderiamos nos encontrar. O telefone é 32425700.

lunalestrie disse...

E você pode fazer meia receita, Carla, pois dá bastante pão!

Wal, querida, se você fala do Márcio, pai do Marcelo, sei quem ele era, acho que era primo de meu pai, mas não cheguei a conhecê-lo, a família dele mora em Pernambuco, não é isso?
Seria um prazer encontrá-la, vou deixar meu telefone no seu blog depois. :)

Wal disse...

Era ele mesmo, trabalhou comigo. O engraçado foi que, quando casei, dei para meu marido um dicionário, escrito pelo pai do Marcio, de termos nordestinos para que ele me entendesse, já que é paulista.