sexta-feira, novembro 24, 2006

Munguzá Doce Light


Quando criança, eu só conhecia munguzá salgado (com feijão, pedaços de porco e lingüiça), que inclusive é um dos meus pratos preferidos. Conto nos dedos quantas vezes comi, não é algo que se ache fácil por aí, e eu mesma devo ter feito apenas umas duas vezes, em versões light, porque o negócio leva pedaços de porco que eu não teria coragem de manipular.
Acho que pela textura do milho de canjica acabei me acostumando com o doce também. Resisti à tentação de colocar leite condensado e tirar o light da receita, com medo de ficar sem graça, mas não precisou. Ficou ótimo assim mesmo.

Ingredientes:
1 xícara de milho para canjica
2 litros de água
1 xícara de leite desnatado
1 xícara de leite em pó desnatado
1/3 de xícara de coco ralado seco (27 g)
1 pitada de sal
3 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de canela em pó

Lave o milho e deixe de molho em água fria por duas horas. Transfira o molho e a água para uma panela de pressão e cozinhe em fogo médio por uma hora. Tire do fogo e deixe sair a pressão. Escorra o líquido.
Em uma panela, misture o leite desnatado, o leite em pó, o coco ralado, o sal, o açúcar e o milho. Leve ao fogo médio, mexendo às vezes, até ferver e se reduzir ligeiramente. Retire do fogo e polvilhe com a canela para servir.

Fonte: Especial "Baixas Calorias" da Claudia Cozinha.

7 comentários:

Regina disse...

Olá, o munguzá é a canjica de milho? Aqui em SP a gente fala canjica mesmo. Eu adoro...e minha mãe me fez comer um monte lgo que tive minha filha...
Bjs

Lid disse...

OI, vou ser enxerida e responder a essa pergunta. hehe. Canjica de milho é diferente, parece um pudim de milho, que por sinal é uma delícia! Esse que a Lua fez é Munguzá mesmo.
É porque em cada região as comidas têm nomes diferentes.

lunalestrie disse...

Oi Regina, seja bem vinda por aqui. Como a Lid falou, canjica aqui no Ceará é a canjiquinha, conhecida em alguns lugares como curau (tem pra vender pré-pronto, é só acrescentar leite e cozinhar) e é bem parecida com o munguzá doce, é servida com canela também. Como o nome munguzá estava na revista pensei que no resto do país era conhecido por esse nome. Talvez sejam duas variantes da mesma coisa. Vou tentar descobir. Beijinho. :)

Régis disse...

Lua que maravilha...
as fotos são tão boas quanto as receitas...vou aprender a cozinhar aqui!!!
Agora tem que pensar no livro em fascículos encartado no O POVO..que é mais fascico de ler ne?
Arrasa!!!

Patricia disse...

Gente, fiquei meio confusa com a diferença entre mungunzá e canjica. risos

A canjica daqui de SP não é um pudim e sim um creminho, tipo arroz-doce, não é?

lunalestrie disse...

Oi Régis, obrigada, que bom você por aqui, espero que apareça sempre, viu? Beijinho.


Patricia, até eu estou confusa, hehehe. O que eu chamo de munguzá doce é o que vocês chamam de canjica mesmo, só que aqui canjica é outro prato, não com o milho da canjica (que contradição, né?) mas com o milho verde passado no liquidificador, cozido com leite de coco e açúcar. Quando ela esfria dá pra cortar, como um pudim bem consistente e pelo que sei, esta seria o que vocês chamam de curau. O estranho é que essa receita eu tirei duma revista nacional (que geralmente usa os nomes do sul do país), mas lá estava munguzá mesmo.

lunalestrie disse...

Pra quem tiver curiosidade, achei uma receita de curau que é o que conhecemos aqui por canjica.